ENDEREÇO

Comunidade Cristo Redentor
Rua Ipanema, 126 – Vale do Sol
CEP: 06620-300 – Jandira – SP

HORÁRIO DAS CELEBRAÇÕES

2º e 4º Domingo às 09h00

1º e 3º Domingo do mês  às 09h00

Todas as Quartas Feiras às 08h00

HORÁRIO DAS MISSAS

DADOS HISTÓRICOS

No princípio, éramos um grande grupo de rua, se reunindo de casa em casa. No início se reunia nas casas, em salões ainda não acabados "em obra", em barracos emprestados. Com carinho e amor os lugares eram preparados para nossa reunião de fé. Nos reunindo para orações, e com grande ardor, aumentando a corrente de oração. Padre Daniel acompanhou-nos na primeira vez que esteve em Jandira. Até a construção da casa de fé. E em família fomos colocando o sonho de pé era o ano de 1980. De uma comunidade real, mas com a cabeça no lugar e os pés no chão, de bloco á bloco, de grão em grão, até o colocar da primeira cruz. Fazendo crescer uma casa que é nossa. A Casa da Família Cristo Redentor e continuava se arriscando para colocar a segunda cruz. E a obra começou a tomar forma. Festejamos nossos padroeiros Cristo Redentor e Nossa Senhora Aparecida, vivemos também os sacramentos Batismo, Primeira Eucaristia, Crisma, Matrimônio. Recebemos também a visita de Dom Francisco. Tivemos também a primeira visita de Dom Ercílio, o bom pastor que nunca desampara as suas ovelhas e delas cuida, independente de onde elas estejam. Recebemos a segunda visita do Bispo Dom Ercílio, que demonstrou grande carinho por suas ovelhas. As irmãs da Consolata, nossas fieis amigas e companheiras, nosso reforço da fé, elas fazem parte da vida da comunidade já a algum tempo, como os padres da Sagrada Família. Nossa comunidade foi crescendo e a gente sempre ampliando os espaços. Realizamos quermesses para arrecadação monetária com o intuito de manter a comunidade. Foram tantos a ajudar na construção dessa Casa de Oração, que seria difícil lembrar de todos os nomes, por isso deixamos uma oração para que sempre Deus esteja com cada um de vocês, irmãos na Fé, irmãos de Amor, irmãos na União, na pessoa de Deus que é Pai, Cristo nosso irmão, e o Espírito Santo que é consolação. 

FOTOS HISTÓRICAS

FOTOS ATUAIS

CALENDÁRIO DA COMUNIDADE

PASTORAIS

COROINHAS/ACÓLITOS

Todos os  Sábados ás 16:30 hs

CATEQUESE

Todos os Sábados das 14:00 ás 17:00 hs

Todos os Domingos pela manhã

LITURGIA

Todos os  Sábados ás 16:00 hs

ACOLHIDA

Todos os domingos no horário das celebrações

FAMILIAR

BATISMO

Bimestral - Segundo domingo do mês

DÍZIMO

Todo os domingos durante as missas e celebrações

CRIANÇA

Todos os primeiros domingos do mês ás 14:00 hs

FÉ E POLITICA

Todos os primeiros domingos do mês ás 10:30 hs

MOVIMENTOS E ASSOCIAÇÕES

GRUPOS DE ORAÇÃO

Todas as Quintas Feiras às 19:00 hs

GRUPO DE JOVENS JUC - JOVENS UNIDOS EM CRISTO

Todos os Domingos às 17:30 hs

MOVIMENTOS E ASSOCIAÇÕES

MIN. EXTRAORDINÁRIO EUCARISTIA

A cada dois meses ás 17:00 hs

EQUIPE DE CANTO E MÚSICA

ARTES

Todos os Sábados ás 16:00 hs

REGISTRO DOS EVENTOS

CONECTE-SE
  • Grey Facebook Icon
  • Grey Google+ Icon
  • Grey Instagram Icon

A FÉ CATÓLICA

Em sua primeira carta, São Pedro nos chama a atenção para “estarmos preparados a responder a todo aquele que nos pedir a razão da nossa esperança” (citação livre de I Pd 3,15). A nossa esperança é Jesus Cristo! O mesmo São Pedro, no discurso aos judeus, disse: “Em nenhum outro há salvação, porque debaixo do céu nenhum outro nome foi dado aos homens, pelo qual devamos ser salvos” (At 4,12).

A fé católica e toda a sua vivência estão centradas em Jesus: “Ele é o Senhor” (citação livre de Fl 2,11). Contudo, o próprio Jesus instituiu Sua Igreja e quis que ela fosse o Seu próprio Corpo Místico (cf. I Cor 12,27)- sacramento universal da salvação de todos os homens. O próprio Senhor resgatou a Sua Igreja com o Seu Sangue; confiou-lhe o sagrado depósito da fé e deu a ela o Seu Espírito para conduzi-la a toda a verdade (cf. Jo 16,13). O Espírito Santo é a alma e a garantia da infalibilidade da Igreja, no que concerne à doutrina católica. Nos dois mil anos de caminhada, o Espírito conduziu a Igreja do senhor e ensinou-lhe todas as coisas, recordando-lhe tudo o que Jesus ensinou (cf. Jo 14,26).

No Credo – símbolo dos apóstolos – encerra-se conteúdo dogmático básico da fé católica. Já no início do cristianismo, “perseveravam eles [os fiéis] na doutrina dos Apóstolos, nas reuniões em comum, na fração do pão (Eucaristia) e nas orações” (At 2,42). Essa doutrina dos apóstolos está encerrada no Credo, nossa profissão de fé. 

Além dos dogmas iniciais, sob a luz do Espírito, a Igreja estruturou todo o arcabouço da fé, sob o comando de Pedro, a quem o próprio Senhor garantiu a infalibilidade, reconhecida de modo definitivo no Concílio Vaticano I (1870). Na pessoa do Papa, a Igreja entendeu que é vontade do Senhor ter o Seu vigário na terra como pedra fundamental da unidade da Sua Igreja. Por isso, a obediência e a submissão ao Papa são características essenciais do catolicismo. Sem o Papa não existe a Igreja. Os antigos padres afirmavam: “Onde está Pedro, está a Igreja; onde está a Igreja, está Cristo”.

Outra característica da fé católica é a devoção aos santos, principalmente à Virgem Maria, Mãe de Jesus e nossa Mãe. Jesus no-la deu aos pés da cruz, dizendo a João: “Eis aí tua mãe” (Jo 19,27b). Essa foi uma doação de Jesus à Sua Igreja e a cada um de nós. Maria é nossa Mãe! Nós, católicos, não a adoramos, pois ela não é uma deusa; nós a veneramos como Mãe muito querida e preocupada com o bem de cada um de seus filhos salvos por Jesus. Sem Maria, Virgem, Imaculada, Mãe de Deus, levada ao céu de corpo e alma, não há catolicismo.

Outro sinal de autenticidade da fé católica são os sete sacramentos, de modo especial a confissão (penitência) auricular e a Eucaristia (comunhão). Através da confissão, Jesus limpa e purifica a Sua Igreja com o Seu próprio Sangue redentor. Através da Eucaristia, nutre os Seus com a Sua própria Carne, Sangue, Alma e Divindade.

A fé católica está baseada na Bíblia, é lógico! Contudo, apoia-se também na tradição e nos magistério dirigido de modo infalível pela cátedra de Pedro. A tradição consiste em tudo o que a Igreja viveu e aprendeu sob a luz do Espírito Santo nesses dois mil anos de vida. O sagrado magistério é todo imprescindível ensinamento acumulado durante os séculos e oficializado pelo Papa. A tradição e o magistério da Igreja garantem a interpretação autêntica da revelação bíblica e constituem a fonte da riquíssima vida litúrgica da Igreja, através da qual prestamos ao Senhor toda a honra, glória e louvor.

A liturgia é também uma das fontes características da fé católica. O calendário religioso é enriquecido pela vivência litúrgica de suas festas: Advento, Quaresma, Páscoa, Pentecostes, Santíssima Trindade, Corpus Christi, Tempo Comum, etc. É toda a vivência religiosa acumulada pela tradição e ensinada pelo magistério da Igreja. 

Além disso, a fé católica é também preservada pela hierarquia sagrada. Sagrada sim, pois foi da vontade de Jesus que ela existisse. Ele quis fundar a Sua Igreja sobre a rocha de Pedro (Kefas) e dos apóstolos, que são os bispos. Por isso, não há Igreja sem o Papa e sem os bispos. Bem sabia o Senhor que, sendo também humana, Sua Igreja não sobreviveria sem a hierarquia. O desrespeito à hierarquia é um desrespeito àquele que a instituiu e uma ameaça à unidade da Igreja.

Esses são os principais sinais da fé católica, queridos por Jesus e preservados pela Sua Igreja. Quem não guarda essas características não pode se dizer católico.

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now